Oficina Brasil


Pellegrino celebra 80 anos de história

Em 1941 nasceu a Pellegrino, uma das mais tradicionais distribuidoras do país, com atuação nos segmentos de peças de reposição para veículos pesados, leves, motos e acessórios

Compartilhe
Por Da Redação


Avaliação da Matéria

Faça a sua avaliação

O jovem Dante Pellegrino sonhava em abrir sua própria importadora de autopeças e nem mesmo a Segunda Guerra Mundial minou seu instinto empreendedor. Apesar da crise de abastecimento que assolava o país durante a guerra, em outubro de 1941 Dante inaugurou a Pellegrino Distribuidora em uma pequena garagem na Avenida Rebouças, em São Paulo. 

Com o passar dos anos, a expansão da frota e a chegada das montadoras ao Brasil, a Pellegrino também cresceu e em 1956 lançava o primeiro catálogo de peças do país, o que facilitou a vida de funcionários e clientes, que passaram a comprar até por telefone, uma novidade na época. 

Para sustentar a escalada de crescimento, em 1963 a Pellegrino mudou-se para um prédio de 3 andares na Alameda Barão de Limeira, no centro de São Paulo. Com investimento em treinamentos e na equipe, Dante também percebeu que a satisfação dos clientes estava na proximidade com seus consumidores. Por isso, em 1965, criou sua primeira unidade fora de São Paulo: Goiânia, localizada bem no centro do país.

Ainda nos anos 1960, é instalado um computador para agilizar os processos da empresa e, a partir de 1970, a Pellegrino começa a diversificar seu portfólio. Esse perfil de evolução constante chamou a atenção da Dana Corporation, empresa americana de peças automotivas. Em 1972 a Dana adquire 40% da empresa e, em 1977, passa a controlar 100% de seu capital. Dante Pellegrino se aposenta e sua empresa começa um novo ciclo.

As décadas seguintes têm o ritmo acelerado de ampliação de filiais, com a instalação de unidades Pellegrino em várias regiões do Brasil e a criação do PPTA - Programa Pellegrino de Tecnologia Automotiva que oferece treinamentos para varejistas e aplicadores de todo o país. 

Em 2004 a Pellegrino é incorporada pela Affinia, antigo grupo americano que reunia diversas empresas do segmento automotivo. Em 2015 acontece a grande virada da empresa, quando o Grupo Comolatti assume a gestão da empresa. 

Sob o comando de Sergio Comolatti, presidente do Grupo, a Pellegrino se mostra confiante para a evolução e transformação do mercado.

Comentários